?>

Batendo relés pelo Arduino
  November 10th, 2008 by Rafael Quines

Relé é um dispositivo eletro-mecânico ou não, com inúmeras aplicações possíveis em comutação de contatos elétricos. Servindo para ligar ou desligar dispositivos. É normal o relé estar ligado a dois circuitos. No caso do Relé eletro-mecânico, a comutação é realizada alimentando-se a bobina do mesmo. Pode ser usado para acionar lâmpadas, sirenes, etc. Dependendo da carga do relé (corrente máxima que seus contatos podem conduzir), pode-se até acionar motores.

Relé 10A

Relé 10A

O consumo em média de um relé é de aproximadamente 40mA. Por isso, não se pode ligá-lo diretamente na saída do arduino, pois o relé consome mais corrente do que a saída do arduino pode fornecer. Para resolver esse probleminha, usamos um transistor NPN, que será acionado pelo pino do Arduino, e este sim, ligará o relé. Segue o esquemático:

Sempre que se usa um relé (ou qualquer outro dispositivo que contenha uma bobina), é necessário colocar um diodo invertido em paralelo com a bobina. Isso é necessário pois quando o relé é desligado, gera uma descarga elétrica na parte do circuito que o alimentou. O diodo nesse caso, serve para impedir que essa descarga passe para o circuito.

Com essa posssibilidade, é imenso o número de possibilidades de aplicações do arduino. Poderia ser usado para o desenvolvimento de uma placa de automação, por exemplo, que ligasse luzes com uma certa periodicidade, ou ar-condicionado, ou qualquer outro tipo de dispositivo acionado via contato. Só é muito importante prestar bem atençao no consumo desse dispositivo para ver se o relé aguenta, caso contrátio, usa-se uma contatora.

Tags:
This entry was posted on Monday, November 10th, 2008 at 3:50 and is filed under Arduino, Integração. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed.You can leave a response, or trackback from your own site.

18 comentários

February 2nd, 2009 at 7:31
Ailton disse:

Olá

Outra interface de potência que pode ser utilizada com a placa Arduino são os relés de estado sólido. Existe fabricantes nacionais destes dispositivos (www.metaltex.com.br)com características de até 250 VCA e 40A. No lado Arduino é bem simples o acionamento dos relés de estado sólido, basta elaborar um sketch que ligue ou desligue um led.
Aplicações mais bem elaboradas permitem o controle de potência aplicada a carga, sendo necessário, neste caso específico, a ligação do led do estado sólido a uma saída PWM do Arduino.

February 2nd, 2009 at 7:56
Rafael Quines disse:

Sim, com certeza. E p/ altas potências ainda, pode se usar um relé e que acione ainda uma contactora.. ao a corrente vai nas alturas.. abraço

May 31st, 2009 at 19:23
ricardo disse:

Mas para usar o relé de estado sólido ainda será necessário o uso do transistor?

May 31st, 2009 at 21:47
Rafael Quines disse:

Olá amigo. O que quer dizer com relé de estado sólido? O transistor é necessário pois o CI não consegue dar a corrente suficiente para que o relé ligasse. Ele serve como interruptor do relé, acionado pelo pino do CI.

Abraço

March 15th, 2010 at 15:11
Giovanni disse:

Pessoal, eu tentei esse circuito com a porta paralela.. eu vi em um site sobre Porta paralela, e é exatamente o mesmo esquema.. só q ali no vcc e no gnd, no caso é o + e o – da fonte 12v q vai dar carga no relé… pois bem, eu usei um programinha baixado pra enviar sinal pelo pino da lpt, e com o multimetro nos contatos do relé aparecia os 12v, qdo desligava o sinal os 12v sumiam… isso quer dizer q o circuito esta correto, certo?? mas pq o relé não aciona?
depois eu coloquei o rele na fonte e nem assim ele fechou.. o q pode ser?

March 15th, 2010 at 15:30
Rafael Quines disse:

Olá Giovanni. A porta paralela não tem força (corrente) o suficiente para ligar um relé. Vc tem que usar uma fonte 12V externa p/ ligar o relé, e usar o pino da porta paralela apenas para ativar esse fonte. Na verdade ele vai ligado a um transistor que dará o terra pro relé… pode ser um BC547

April 2nd, 2010 at 20:31
valdemir disse:

gostaria de saber se este esquema serve pra ligar uma lampada que fica acesso de noite e apagado de dia, automaticamente com uso de foto diodo.

April 3rd, 2010 at 10:08
Rafael Quines disse:

Olá Valdemir. Na verdade, se vc usar um foto diodo pra identificar se é dia ou noite, nao teria o pq usar o Arduino. Hje em dia já existe no mercado, foto-célula, que é responsável exatamente por fazer isso, identificar qnd tá noite, e liberar corrente pra ligar uma lampada..

October 3rd, 2011 at 17:17
Flavio disse:

Boa tarde esta explicação foi muito importante para mim a algum tempo atras,
resolvi criar uma plaquinha para acoplar ao arduino reles.
https://sites.google.com/site/hmig3escada/arduino-rele
espero que como isso me ajudou, ajude a outros.
abraços.
Ótimo post, parabéns.

October 4th, 2011 at 1:14
Rafael Quines disse:

Parabéns Flavio.
Excelenete sua iniciativa.Inclusive atualmente fiz exatamente a mesma coisa para um projeto de um cliente, só que usei a ProtoShieldBR, para q eu pudesse conectá-la em cima do Arduino.

Teria algumas sugestões para a melhoria do seu circuito. Uma delas seria disponibilizar os três pólos do relé no KRE, ao invés de só dois… Para ficar mais abrangente e se encaixar em qualquer aplicação.. Entra em contato comigo… rafael.quines@arduinors.net

Abraço, e parabéns novamente…

November 10th, 2011 at 23:39
Ugulino disse:

Camarada, eu sou leigo em eletrônica, minha área é Ciência da Computação. Venho me aventurando com Arduino há algum tempo e estou tomando uma baita surra para fazer funcionar com relés. Eu só consegui comprar relés de 12v (não sei pq, mas tá muito difícil encontrar os de 5v aqui no RJ).

Bem, eu consigo fazer meus relés de 12v “clicarem”. Eu uso uma fonte de 12v (a mesma que uso para alimentar o Arduino), positivo e negativo plugados nas patas do relé e “voilá”.

Só que não é isso que vai acontecer com o Arduino, não é? Afinal, ele opera em 5v… Daí, eu fiz o circuito acima, mas não funciona nem com reza brava.

Tentei o seguinte (para não queimar Arduinos): uso a fonte 12v para uma das patas do relé. Para a outra pata eu uso a fonte de 5v ligada no circuito que você desenhou acima. Os 5v do Arduino passam por um resistor de 1K (o único que eu tinha) e vão na base do transistor, que por sua vez tem o emissor ligado ao Terra do Arduino. O coletor, como no desenho, eu ligo numa das patas do relé. Na outra pata, o positivo da fonte 12v. NÃO CLICA NEM BATENDO MUITO NELE! :D

É muito provável que eu esteja cometendo algum erro muito grosseiro… se puder ajudar, agradeço!

December 3rd, 2011 at 5:46
gilmar disse:

gilmar…

[...]ArduinoRS.net » Blog Archive » Batendo relés pelo Arduino[...]…

December 7th, 2011 at 6:55
Accutane Acne Treatment Dosage disse:

Accutane Acne Treatment Dosage…

[...]ArduinoRS.net » Blog Archive » Batendo relés pelo Arduino[...]…

December 11th, 2011 at 6:54
Oxypeburl disse:

get and get big save to take huge discount

December 25th, 2011 at 4:23
Spinmaster Air Hogs Battling Havoc disse:

Spinmaster Air Hogs Battling Havoc…

[...]ArduinoRS.net » Blog Archive » Batendo relés pelo Arduino[...]…

February 6th, 2012 at 14:33
cleo disse:

Pessoal,
Acesse o site da EMPRETECNET, eles fabricam um KIT com uma placa compatível com arduino duemilanove, uma placa de rele, de potenciômetro, de sensor de luz, de sensor de luminosidade, de buzzer, de botão e demais componentes que podem ser realizados vários experimentos sem a necessidade de solda. Qualidade excelente!!

March 12th, 2013 at 15:45
George disse:

Por exemplo esse dispositivo para monitoramento remoto é desenvolvido com base no Arduíno e usa 4 saídas com relés
http://blog.comatreleco.com.br/sms-relay-rele-de-controle-e-monitoramento-remoto-via-sms/

December 2nd, 2014 at 4:25
Mitsue Noerenberg disse:

Unique is considered the for that reason well-structured blog merely like your business opportunity. The complete obstinate of you weighty information place, enormous internet situate sat nav. Check made known this, conceivably will resume used for longer.

Deixe um comentário